5 ações no trabalho remoto para obter os melhores resultados

O trabalho remoto é uma modalidade que parece ser recente, mas não é. Na verdade, esse estilo de trabalho a distância surgiu lá em 1857, quando um proprietário de uma estrada de ferro chamado J. Edgar Thompson gerenciava divisões remotas, delegando-as um controle substancial no uso de equipamento e mão-de-obra.

Desde então, o trabalho remoto passou por várias transformações, inclusive no âmbito jurídico. Durante a pandemia do novo coronavírus, muitas empresas adotaram o estilo de trabalho para dar continuidade às atividades durante o isolamento social. Contudo, existem empresas que antes mesmo da pandemia, trabalhavam de forma 100% remota, são os negócios online. 

Diferentemente do trabalho convencional, a modalidade remota possibilita uma maior flexibilidade na organização da carga horária. E diferente do que muitas pessoas pensam, é possível sim manter a mesma gestão de metas, tarefas e atividades, demandando e requerendo as mesmas habilidades e necessidades dos trabalhos não remotos.

Algumas das vantagens do trabalho remoto são a flexibilidade de horários, redução de custos (já que não precisa pagar aluguel de sala, contas de água e energia), mais qualidade de vida e liberdade geográfica, já que é possível trabalhar de qualquer lugar que tenha conexão com a internet.

5 ações para obter os melhores resultados no trabalho remoto

Para que o trabalho remoto funcione da melhor forma e a empresa possa conquistar bons resultados, é preciso adotar alguns métodos de trabalho e produtividade. Assim, os colaboradores não ficam perdidos na rotina de trabalho e entregam as tarefas com mais empenho. 

Veja algumas ações que precisam ser adotadas no trabalho remoto para ter uma equipe mais produtiva e com bons resultados. 

Ter um sistema de trabalho eficiente

É preciso criar um sistema de trabalho em que todos da equipe saibam quais funções devem exercer, quais metodologias precisam ser seguidas, quais os objetivos da empresa e quais resultados são esperados. 

Uma metodologia utilizada por algumas empresas se chama OKR (Objectives and Key Results ou Objetivos e Resultados-Chave). O objetivo é orientar os esforços dos negócios em direção a objetivos cruciais mensuráveis. O modelo de gestão por OKRs busca estabelecer direções claras para alcançar os números que indicam o crescimento de uma empresa. 

Dessa forma, a equipe sabe exatamente qual a direção que a empresa em que trabalha está tomando e onde se quer chegar. Um outro ponto importante para a produtividade dos colaboradores é ter o apoio de programas online para ajudar na organização e entrega de tarefas. 

Ter indicadores claros e transparentes

Isso também tem a ver com um modelo de gestão por OKRs. Quando a equipe tem indicadores que mostram o que está dando certo ao longo do tempo e o que precisa ser melhorado, é mais fácil para que todos se empenhem em buscar os melhores resultados. Ainda que a empresa utilize outro método, é preciso que os objetivos, metas e resultados sejam compartilhados de forma transparente com a equipe. 

Ter um canal de comunicação 

Uma empresa que atua de forma remota precisa ter um canal de comunicação que seja eficiente e organizado. Um fator importante é que esse canal seja exclusivo para o trabalho. Por isso, utilizar o WhatsApp pode não ser a melhor forma de comunicação eficiente com todos da equipe. Existem programas online criados para serem um canal de comunicação corporativo, com salas de reunião inclusive. 

Fazer reuniões periódicas para alinhar demandas

Não tem jeito! Há quem não goste de reuniões e ache extremamente chato. Porém, quem trabalha home office deve entender a importância de fazer reuniões para alinhar as demandas de trabalho. Para que seja eficiente e não atrapalhe a rotina de trabalho dos colaboradores, é preciso marcar dia e horário com antecedência. 

Fazer pesquisas internas

As pesquisas são importantes para obter feedbacks por parte dos colaboradores. Assim, é possível saber o que precisa ser melhorado internamente. Conhecendo as dificuldades e necessidades de cada um é possível realinhar estratégias, otimizar processos e eliminar gargalos. 

Conclusão

Ao longo deste texto, você viu formas de aumentar a produtividade de uma equipe por meio de ações efetivas. Com planejamento, organização, cultura bem definida, objetivos e metas, transparência, metodologias de trabalho e feedback é possível que o trabalho remoto obtenha resultados tão expressivos como uma empresa que trabalha de forma presencial. 

É preciso também que a liderança tenha maturidade e comprometimento para oferecer soluções, saber ouvir a sua equipe, propor melhorias e reconhecer os esforços dos colaboradores. 

A 4leads é uma empresa que atua de forma remota e possui uma metodologia própria, que beneficia tanto os clientes como a equipe de colaboradores. Conheça os nossos serviços e fale com o nosso especialista. Nos siga nas redes sociais, Instagram, Facebook e LinkedIn, para acompanhar outros conteúdos!

Metodologia ágil: por que é importante para a performance de um negócio?

A metodologia ágil consiste em uma estratégia para o desenvolvimento de projetos que oferecem mais rapidez, eficiência e flexibilidade. 

O seu objetivo inicialmente era agilizar o desenvolvimento de softwares, mas o método superou barreiras e passou a ser utilizado nas mais diversas áreas corporativas. 

O método possui algumas características como melhoria contínua, cooperação entre equipe e cliente, entregas rápidas e de qualidade, flexibilidade do escopo do projeto, adaptação e inovação. 

Uma das maiores vantagens da metodologia ágil é que ela acelera o gerenciamento de projetos e otimiza o tempo, elevando a performance das empresas. 

Ao longo deste texto, você vai entender um pouco mais sobre esse método, de que forma ele impacta positivamente os negócios e quais são os principais adotados pelas empresas.

Metodologia ágil x metodologia tradicional (cascata)

A metodologia tradicional, também chamada de cascata, consiste no método de gestão de projetos que repete-se no mercado, ou seja, é o mais comum. 

Essa metodologia, linear e sequencial, foca muito mais no produto/serviço do que no cliente e em suas necessidades. O resultado é que acaba não sobrando muito espaço para desenvolver soluções e aplicar melhorias.

Contudo, a metodologia tradicional ainda pode funcionar para algumas empresas específicas.

No caso de corporações que tenham como foco o cliente final ou que precisem se destacar frente a concorrência, é preciso pensar em inovação e o que pode ser feito para entregar bons resultados, em um tempo mais curto. Nestes casos, a metodologia ágil se encaixa perfeitamente. Além disso, a agile cria oportunidades para que as pessoas se envolvam no projeto.

Como surgiu a metodologia ágil?

No começo de 2001, um grupo de 17 desenvolvedores se juntou em Utah, nos Estados Unidos, para discutir formas de um desenvolvimento que fosse mais leve com base em suas experiências. Eles assinaram um documento chamado “Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software”.

Nesse documento, eles criaram os 12 princípios da metodologia ágil e quatro fundamentos base, que são: indivíduos e interações acima de processos e ferramentas; software funcionando acima de documentação abrangente; colaboração com o consumidor/cliente acima de negociação de contratos e resposta às transformações/mudanças, mais do que seguir um plano.

Os princípios da metodologia ficaram conhecidos como: 

  1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, por meio da entrega adiantada e contínua de um software de valor;
  2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento, pois os processos ágeis se adequam às necessidades do cliente;
  3. Entregar uma versão do software funcionando com frequência, na escala de semanas até meses, com preferência para períodos mais curtos;
  4. Profissionais de negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o andamento do projeto;
  5. Construir projetos ao redor de indivíduos motivados, oferecendo a eles o ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho;
  6. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para um time de desenvolvimento é uma conversa cara a cara;
  7. Um software funcional é a medida primária de progresso;
  8. Processos ágeis promovem um ambiente sustentável em que os patrocinadores, desenvolvedores e usuários são capazes de manter passos constantes;
  9. Atenção contínua à excelência técnica e bom design para aumentar a agilidade;
  10. Simplicidade em primeiro lugar, como a arte de otimizar o trabalho;
  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times auto-organizáveis;
  12. Em intervalos regulares, o time deve pensar em como aumentar sua efetividade e ajustar seu comportamento de acordo.

Viu só como essa metodologia pode ser aplicada facilmente em qualquer área corporativa?!

De que forma a metodologia ágil impacta de forma positiva os negócios

Imagine que você tem um produto ou serviço para lançar, mas o processo de desenvolvimento está lento e as etapas estão travadas. A metodologia ágil vem para destravar e lançar de vez esse produto ou serviço! E sabe por que dessa forma tem tudo para dar certo?

Porque, por meio do método ágil os negócios têm um maior controle dos riscos, uma equipe multidisciplinar, mais facilidade de competir de igual para igual e mais flexibilidade frente às mudanças.

Benefícios de adotar a metodologia ágil nos negócios

Como dissemos, a metodologia ágil é uma forma mais rápida e eficaz de conduzir projetos de diversas áreas. O objetivo é dar mais celeridade aos processos e conclusão de tarefas, reduzindo atritos e diminuindo obstáculos. 

Adotar essa metodologia é importante para que a empresa se torne mais eficiente e competitiva no mercado em que atua. Afinal, negócios que inovam têm mais chances de se destacar frente à concorrência. 

A metodologia ágil também contribui para uma gestão de projetos focada em resultados e na qualidade do produto/serviço final.

Podemos citar alguns motivos para empresas adotarem a metodologia ágil, alguns deles são: acelerar a entrega de seus produtos ou serviços, aprimorar a habilidade de gerenciar prioridades, melhorar a produtividade, além da redução de custos.

E o que as empresas ganham com isso?

Com a adoção da metodologia ágil é possível:

3 principais tipos de metodologias ágeis

Existem tipos diferentes de metodologias ágeis aplicadas nos negócios. Vamos destacar as três principais e as suas características. Confira!

Scrum

O Scrum é, sem dúvida, o mais utilizado dos diversos frameworks da metodologia ágil. Ele é caracterizado por ciclos ou estágios de desenvolvimento de projetos, conhecidos como sprints.

Geralmente, o Scrum é adotado no gerenciamento de projetos de desenvolvimento de produtos e software, mas também pode ser usado em um contexto relacionado a negócios.

Podemos citar a sua característica mais marcante que são pequenas reuniões de 15 minutos (daily meeting) que acontecem todos os dias. Porém, o número de encontros não é uma regra. 

Na 4leads, por exemplo, os dailys possuem dias da semana definidos pela equipe. O intuito é  sincronizar as atividades e encontrar a melhor forma de planejar a jornada de trabalho.

Kaban

O método Kanban existe a partir de um quadro ou tabela, dividido em colunas, que mostra todos os fluxos de produção de um projeto, que são divididos em: para fazer, fazendo e feito.

À medida que as entregas evoluem, as informações contidas na tabela mudam. Quando uma nova tarefa precisa ser realizada, um novo cartão com a demanda é criado.

O método Kanban requer comunicação e transparência para que os membros da equipe possam saber exatamente em que estágio está a entrega final e possam ver o status do projeto a qualquer momento.

Lean Development

Essa é uma metodologia derivada da Manufatura Enxuta, criada pela Toyota e aplicada no desenvolvimento de software. Este método, oferece uma estrutura conceitual e segue valores, princípios e boas práticas de desenvolvimento que podem ser aplicados no modelo ágil.

Essa premissa foi adaptada ao longo do tempo para criar o que hoje é conhecido como Lean Software Development. 

O conceito foi dividido em alguns princípios como: eliminar o desperdício; fortalecer o time; entregas rápidas; otimizar o todo; construir com qualidade; tomar decisões no momento certo e amplificar o conhecimento.

Conclusão

Agora ficou mais claro de entender como essa metodologia pode melhorar muito a performance de um negócio. Afinal, o método ágil ajuda a simplificar os projetos de uma empresa e dar aquele empurrão nos processos. 

A 4leads é uma empresa que utiliza a metodologia ágil para que as entregas das demandas tenham um resultado além do esperado. A integração da equipe é fundamental para melhorar a produtividade e qualidade do trabalho. 

Visite o nosso site e fale com o nosso especialista para conhecer os nossos serviços. Nos siga nas redes sociais (Instagram, Facebook, LinkedIn) para acompanhar outros conteúdos. 

Trabalho remoto: 4 formas de manter uma equipe produtiva

Ainda há uma certa resistência por parte de alguns gestores em contratarem os serviços de empresas digitais e que trabalhem apenas de forma remota. Isso porque se tem a ideia de que o trabalho remoto não é tão produtivo como o presencial. Contudo, a pandemia obrigou as empresas a adotarem o home office e então, muitas barreiras foram quebradas. 

O trabalho remoto surgiu em 1857, nos Estados Unidos. Naquele período, as tarefas eram desenvolvidas com o apoio de um telégrafo, sistema utilizado para transmissão e recepção de mensagens. Nessa atividade, o operador não tinha necessidade de estar presente no local para executar as demandas. 

Já no Brasil, o home office foi implementado oficialmente em 1997, em um Seminário Home Office/Telecommuting – Perspectivas de Negócios e de Trabalho para o Terceiro Milênio. O teletrabalho foi reconhecido na Consolidação das Leis do Trabalho no Brasil em 2017, com a Lei 13.467.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, empresas 100% digitais e que trabalham de forma remota conseguem obter um desempenho tão positivo quanto aquelas que possuem um espaço físico e contam com uma equipe que trabalha presencialmente. Para se ter uma ideia, o Brasil é o 35º do mundo mais favorável para criar negócios online, de acordo com um levantamento da Harvard Business Review (HBR).

Para manter um bom nível de produtividade no trabalho remoto é preciso seguir processos, ter disciplina e cumprir horários e prazos. Ao longo deste texto, você vai entender melhor o que significa produtividade, quais são as formas de manter uma equipe produtiva no trabalho remoto e quais os benefícios do home office.

O que é produtividade e quais os benefícios do trabalho remoto

Nos dias atuais, a produtividade está relacionada às nossas atividades cotidianas. Ela está mais ligada em como desempenhamos essas tarefas do que a quantidade de coisas que realizamos durante o dia. Seguindo um raciocínio simples: é mais produtivo fazer 4 tarefas bem feitas ao longo do dia e que dará um bom resultado ou fazer 10 tarefas, sendo que a maioria delas será mal executada ou inacabada?

Se tratando de produtividade, é bem melhor executar quatro tarefas de maneira planejada e organizada. Dessa forma, a chance de bloqueios criativos, falhas e desempenho ruim serão menores. Além disso, existem outros fatores que contribuem para que a produtividade seja maior, como ter um ambiente adequado para trabalhar, estipular os horários de maior concentração e fazer pausas para descanso. 

Durante a pandemia, empresas que nunca foram adeptas do trabalho remoto tiveram a oportunidade de experimentar esse modelo e para a surpresa de alguns gestores, muitos colaboradores se mostraram mais produtivos trabalhando home office. Uma pesquisa feita pela Fundação Dom Cabral em parceria com a Grant Thornton e a Em Lyon Business School apontou que 58% dos trabalhadores afirmaram ser mais produtivos ou significativamente mais produtivos em home office.

O trabalho remoto possui algumas vantagens, algumas delas são:

Entretanto, mesmo com todas as “facilidades” do trabalho remoto, para se obter um bom desempenho e uma equipe realmente produtiva é necessário ter um senso de responsabilidade e criar formas de engajar os colaboradores. 

4 formas de manter uma equipe produtiva no trabalho remoto

O trabalho remoto consegue ser mais produtivo quando se tem uma equipe engajada, motivada e também com senso de responsabilidade e coletividade. Afinal, para que as tarefas tenham uma boa entrega é preciso que todos façam a sua parte, isso inclui a liderança. Veja algumas formas de manter uma equipe produtiva no home office.

Estabelecer horários compartilhados

Geralmente, as empresas trabalham em horário comercial. É nesse período que as equipes devem fazer reuniões quando necessário, tirar dúvidas e cumprir as suas demandas. Dessa forma, todos conseguem se comunicar e resolver eventuais problemas.

Estabelecer processos

Os processos são importantes para dar um norte a equipe. Quando o colaborador sabe exatamente o que fazer e qual caminho deve percorrer para entregas as suas tarefas, há menos chances de falhas e erros durante a entrega. 

Contar com ajuda de programas de organização e planejamento

Atualmente existem vários programas online que ajudam na organização e no planejamento de tarefas. Basta escolher quais deles atendem as necessidades das equipes e utilizá-los de forma constante e eficiente. 

Ter um canal de comunicação eficiente

É fundamental ter um canal de comunicação eficiente para que todos da equipe consigam manter o diálogo. Estes canais também podem servir para realizar reuniões por videoconferência para alinhar demandas e até mesmo fazer um happy hour virtual. 

Como você viu, é possível ter uma equipe produtiva no trabalho remoto. Contratar uma empresa digital e que utilize esse modelo de trabalho pode ser uma boa alternativa para gestores que procuram novas experiências, uma maior agilidade nas entregas de demandas e a possibilidade de ter uma equipe multiprofissional.

Na 4leads, utilizamos essas e outras formas para aumentar a produtividade da nossa equipe. Afinal, quando se trata de digital nós somos experts! Visite o nosso site e fale com o nosso especialista para conhecer mais o nosso trabalho. Nos siga nas redes sociais (Instagram, Facebook e LinkedIn) para acompanhar outros conteúdos.